quinta-feira, 29 de março de 2012

Dia Mundial da Saúde será comemorado pela Associação Amigos do Bem com diversas atividades


A Associação Amigos do Bem (AAB) e parceiros convidam a todos a participarem do evento que será realizado no dia 07 de abril (sábado) no Parque Cesamar apartir das 17 horas em comemoração ao “Dia Mundial da Saúde”. O objetivo do evento é realizar através de uma equipe multiprofissional atividades laborais de baixo impacto (caminhada, Atividades Lúdicas para crianças, Circuito de corda, capoeira, jogos, Poesia de Cordel e Aulas de JUMP), corrida para crianças: 200 metros com faixa etária: masculino e feminino, teste de glicemia, Reeducação Alimentar e lanche saudável, para uma melhor qualidade de vida e cidadania da sociedade tocantinense. Sua presença é indispensável.

O Dia Mundial da Saúde foi criado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), em 1948, devido a preocupação de seus integrantes em manter o bom estado de saúde das pessoas em todo o mundo, e também alertar a todos sobre os principais problemas que podem atingir a população mundial. Este ano tem com tema “Envelhecimento e Saúde”, que tem como objetivo as pessoas se conscientizarem sobre a importância da saúde nas suas vidas e no dia-a-dia, além de descobrirem formas de se cuidarem. A Organização Mundial de Saúde (OMS) define Envelhecimento e saúde como: Saúde: bem-estar físico, mental e social. Envelhecimento: é o processo de otimização das oportunidades de saúde, participação e segurança, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida à medida que as pessoas envelhecem.

AAB
A Associação Amigos do Bem (AAB) é uma Associação Civil sem fins lucrativo, de utilidade pública estadual, com mais de dois mil e seiscentos associados, que tem por objetivo incentivar as pessoas a mudarem seu estilo de vida para uma melhor qualidade de vida, realizando a promoção e a prevenção da saúde, através da reeducação alimentar e atividade física regular e combatendo o sedentarismo, a obesidade associada aos seus fatores de riscos.

Envelhecimento e saúde da pessoa idosa

Nas últimas décadas, a expectativa de vida aumentou mais do que em qualquer outro momento na história, na maioria dos países. Essa evolução fez com que o próprio conceito de velhice fosse reformulado. Já não se espera dos sessentões que se aposentem e passemos dias de pijama numa cadeira de balanço, ou assistindo televisão. Cada vez mais aposentados voltam ao mercado de trabalho, por diversos motivos, como manter-se atualizado ou complementar o orçamento. O aumento das longevidades propiciou o surgimento de outro fenômeno desta vez o comportamento de pessoas maduras, que cruzam as fronteiras entre as gerações, e não apenas agem, mas também se sentem como se o tempo, não tivesse passado para elas, pois encaram o envelhecimento como um processo natural, da vida, e fazem de tudo para estarem na ativa, levando uma vida saudável.

São homens e mulheres que já passaram dos sessenta anos, porém possuem uma excelente saúde, disposição e acreditam que os hábitos de vida, e a forma de expressar não devem estar ligado a idade que cada um tem, mas a personalidade que cada um possui.

No mundo de hoje, onde vivemos mais e melhor a idade cronológica, deixar de ser tão relevante para determinar o modo de vida, de uma pessoa. O que mais importa é a pessoa estar ligada, a sua capacidade, de saber lidar com todos os seus os seus problemas, tanto no emocional, quanto no social, hoje já não se separa, por exemplo, produtos que antes só os jovens consumiam os mais velhos também viraram adeptos como: serviços, a diversão, o entretenimento. A pessoa que tem mais idade não precisa se sentir um velho pode ser jovial, e ativo. É um grupo de pessoas que mais estão crescendo, eles sabem que possuem muita vida pela frente, e por isso não querer ser tratados como “velhinhos”.

Exatamente por estas razões que devemos envelhecer com muita seriedade, não cuidando somente de nossos corpos, mas também da mente, pois certamente não temos como fugir do envelhecimento, porém se cuidarmos de todos os detalhes na nossa juventude, com toda certeza teremos um envelhecimento ativo, e principalmente saudável.

Reflexão:
“Perguntaram a Mahtma Ghandi quais são os fatores que destroem o ser humano. Ele respondeu:”
· Política, sem princípios;
· Prazer, sem compromisso;
· Riqueza, sem trabalho;
· Sabedoria, sem caráter;
· Negócios, sem moral;
· Ciência, sem humanidade;
· Oração, sem caridade.

Ascom - AAB

Parceiros:
Procuradoria Geral da República no Tocantins, Justiça Federal/TO, 22º Batalhão de Infantaria do Exército/TO, Ministério Público Estadual do Tocantins, Corpo de Bombeiros, ATTM/Palmas, Sindicato dos Cirurgiões Dentistas do Estado do Tocantins – SICIDETO, Sindicato dos Profissionais da Enfermagem do Tocantins – SEET, Sindicato dos Profissionais em Educação Física do Tocantins - SINPEF-TO, ODM BRASIL, NÓS PODEMOS TOCANTINS, Hipermercado Extra, Produção da Voz, Lojas Nosso Lar, Saneatins, Farmácia Biovida, Grupo Azibo, Paróquia São José, Casa de Maria e Arquidiocese de Palmas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário