quarta-feira, 13 de março de 2013

Brasil é bicampeão do Mundialito de Futevôlei 4x4





Equipe de Renato Gaúcho supera o Paraguai de Gamarra
Mais opções de fotos em www.agif.com.br. Favor utilizar o login livia@rpmcom.com.br e a senha 123456.

RIO - Com direito a duas bicicletas durante o jogo, o Brasil A venceu o Paraguai por 15 a 6 e se tornou bicampeão do Mundialito de Futevôlei 4x4 apresentado pela SulAmérica e disputado na arena montada na praia de Copacabana. O time comandado por Renato Gaúcho teve atuação irretocável e contou com uma manhã inspirada de Marcelinho. O brasileiro Cinho, do Brasil B, foi considerado o melhor jogador do torneio; Marcelinho, do Brasil A, foi o "maior pontuador" do campeonato, e o brasileiro naturalizado português Elinton recebeu o prêmio de "revelação".

Feliz com a conquista, Marcelinho enalteceu as qualidades de seu time, mas ressaltou que o Paraguai jogou menos do que se esperava: "Partida brilhante nossa e irreconhecível, do Paraguai. " Autor de duas bicicletas, o atleta contou treinar bastante a jogada. "Vou jogando e aperfeiçoando a bicicleta. Numa partida curta, como a de hoje, ela é ainda mais importante", disse Marcelinho. Pelo regulamento do Mundialito, cada bicicleta vale dois pontos.

Capitão do Brasil A e único bicampeão - jogou com outros companheiros no ano passado -, Renato Gaúcho comemorou o resultado e falou de um sonho: "Quem sabe, um dia, o futevôlei não faz parte da programação dos Jogos Olímpicos?". Sobre o jogo de hoje, contou que sua equipe entrou muito concentrada em quadra, disposta a não dar chances ao Paraguai. "A turma está de parabéns. Os protagonistas são eles, que jogam todo dia na praia. Assim como tinha facilidade no campo, aqui, são eles que mandam. Sou um coadjuvante", brincou.

O domingo começou com a disputa de terceiro lugar entre Brasil B e Portugal. A partida começou equilibrada, com os times se revezando no comando do placar. Após cabeçada do capitão Elinton e erros do Brasil, Portugal conseguiu abrir três pontos de vantagem: 14 a 11. O Brasil B sentiu o melhor momento do adversário e pediu tempo técnico com o placar em 11 a 15.

O time comandado por Djalminha voltou melhor e conseguiu empatar em 15 a 15, mas as cabeçadas precisas de Elinton permitiram que sua equipe abrisse larga vantagem: 21 a 15. Com um erro de recepção de saque do Brasil B, a seleção Lusa ficou com o terceiro lugar ao fechar o jogo em 25 a 17. "Queríamos muito chegar à final, mas fazer a semifinal já foi uma conquista. Hoje, jogamos muito bem e merecemos o terceiro lugar. Estamos todos muito felizes", disse Elinton, ex-goleiro do Vasco e do Olympique (França), que contou jogar futevôlei desde os 12 anos.

Do lado do Brasil B, Djalminha lamentou o que chamou de falta de foco da equipe: "O jogo de ontem (derrota na semifinal para o Brasil A) nos abateu muito. Infelizmente, não conseguimos o lugar no pódio."

A final: O primeiro ponto da decisão foi do Paraguai, mas o Brasil não custou a pegar o comando do jogo, chegando aos 3 a 1 em um erro de recepção dos paraguaios e um ace de Marcelinho. Enquanto o quarteto brasileiro parecia muito ligado em quadra, o time comandado por Gamarra errava quase tudo e permitia que o Brasil A abrisse grande vantagem, que chegou a 7 a 2. A torcida presente na arena de Copacabana vibrou com duas ótimas bicicletas de Marcelinho, que aproximaram seu time cada vez mais do bicampeonato. Ao fim de 14 minutos, o Brasil A fechou o jogo em 15 a 6 e manteve a hegemonia no futevôlei 4x4. Capitão da equipe paraguaia, Gamarra, ex-jogador do Flamengo, Corinthians e Palmeiras, reconheceu que seu time não esteve em um bom dia: "Alguém precisa errar para que o outro ganhe. Desta vez, infelizmente fomos nós".
O Mundialito de Futevôlei 4x4 tem patrocínio da SulAmérica Seguros, Previdência e Investimentos, Redecard, SKY, Casa & Vídeo, Produtos Azulim e apoio da Piraquê, Wise up, Drogaria Venâncio, Metrô e Domino’s. A realização é da Federação de Futevôlei do Estado do Rio de Janeiro (Futerj). O evento é chancelado pela Federação Internacional de Futevôlei (FIFv) e conta com apoio e parceria da IMX. Esse projeto foi viabilizado pelo Governo Federal por meio da Lei de Incentivo ao Esporte do Ministério dos Esportes.
Mais informações:
RPM Comunicação
 www.rpmcom.com.br
Lívia Rodrigues - livia@rpmcom.com.br
 (21) 3478-7403 8139-4272
Luna Vale - luna@rpmcom.com.br
(21) 3478-7409 / 8222-0274
Raphaela Curty - raphaelacurty@rpmcom.com.br
(21) 3478-7415 / 8272-2318

Resultados positivos dos árbitros tocantinenses em Goiânia-GO




Os testes físico e teórico dos árbitros e árbitros assistentes para o Quadro da CBF de Tocantins e Goiás acontecem desde ontem em Goiânia-GO. Eles tem por objetivo avaliar a aptidão física e o conhecimento das regras dos participantes. No dia 11 de março, a partir das 21h00 foi realizado o teste físico na pista sintética da Pontifícia Universidade Católica de Goiás - PUC e os árbitros representantes do Tocantins passaram todos, menos a árbitro assistente Alvani Nunes (Porto Nacional). O teste consistiu em 6 tiros de 40 metros para 6.2 s e 20-24 tiros de 150 m para 30 s com 35 s de recuperação.

Já no dia 12/03, a partir das 10h00 foi realizado o teste teórico na Academia de Policia Militar Tiradentes de Goiás. Consistiu numa prova escrita com 20 questões, sobre situações de jogo e decisões dos árbitros, a serem respondidas em 25 minutos. Os resultados de ambos os testes sairão nos próximos dias.

Aqueles que passarem em ambos os testes integrarão o Quadro de Arbitragem da CBF e estarão aptos para trabalhar nos jogos das series A, B, C e D do Campeonato Brasileiro de Futebol e Copa do Brasil.

Vem ai a corrida de montanha do Trail Running Club Brasil - TRC


Com dois circuitos diferentes, próxima edição da corrida de montanha do TRC Brasil (Trail Running Club) será realizada em abril no Paraná e terá patrocínio da Salomon.


Com novo representante no Brasil, a marca líder mundial em artigos para este segmento ajuda a fomentar ainda mais os eventos do gênero no país


Brasil, Marco 2013.- Já estão abertas as inscrições para mais uma corrida de montanha do TRC Brasil que por primeira vez contará com o patrocínio da marca número 1 de Trail Running em artigos para o segmento em todo o mundo, a Salomon. A prova está marcada para o dia 7 de abril, no Morro do Araçatuba, em Tijucas do Sul (PR).  As inscrições já estão abertas, com taxas no valor de R$ 120 e R$ 130. Quem quiser participar pode se inscrever pela internet até o dia 1º de abril na página do TRC Brasil no Facebook (www.facebook.com/TRCBrasil ) ou pelo site  http://assessocor.com.br/Evento/785/ARACATUBA+HALF+MARATHON.aspx . Na internet, os interessados também encontram o cronograma do evento (inclusive com locais e datas para a retirada dos kits), informações sobre o circuito, o que levar para a prova e muito mais. 
O Morro do Araçatuba tem 1.675 m de altitude e está entre as dez montanhas mais altas do Paraná. Um dos principais destaques é o visual de florestas bem preservadas e a paisagem exuberante de várias montanhas da Serra do Mar. O local está a cerca de 50 minutos de carro de Curitiba.
O percurso da prova conta com duas opções: a meia maratona, de 21 km, ou 5 km de caminhada e corrida. A Salomon será responsável pela premiação dos três primeiros lugares da meia maratona, nas categorias feminino e masculino.  Além disso, todos os corredores ganharão medalhas de participação.
Salomon fabrica uma das linhas de calçados mais populares entre corredores e recomendadas para este tipo de prova: aSpeedCross. Seus quatro modelos  (Sao 2 modelos, com arios cors) são ideais para os praticantes de corrida de montanha, por sua leveza, resistência e design apropriado para as trilhas mais desafiantes. Com difusão da marca por um novo representante no Brasil, a Winners Sports, a Salomon agora está cada vez mais presente no país.


Serviço Circuito TRC Brasil de Corridas de Montanha:               
Data: 07 de abril           
Largada: 8h30m
Local: Moro do Araçatuba, município de Tijucas do Sul (a 50 min. de Curitiba, Paraná)
Inscrição e maiores informações: 
www.facebook.com/TRCBrasil e http://assessocor.com.br/Evento/785/ARACATUBA+HALF+MARATHON.aspx As vagas são limitadas.