quarta-feira, 6 de julho de 2016

Lesionado, Bolt vira dúvida para as Olimpíadas Rio 2016

Velocista jamaicano foi diagnosticado com um estiramento de grau 1 na coxa esquerda

Por Denise Duarte | 03/07/2016 - Atualizada às 19:57


Bolt coleciona seis medalhas de ouro olímpicas. Foto: Deelovely 67/Creative Commons

Nesta última sexta-feira (01/07), o jamaicano Usain Bolt, de 29 anos, sentiu fortes dores na coxa esquerda e teve que abandonar a final dos 100m da seletiva para a Rio 2016, realizada em Kingston, na Jamaica.

Segundo o jornal Jamaica Gleaner, o homem mais rápido do mundo foi diagnosticado com estiramento de grau 1. Inclusive, Bolt viaja nesta segunda-feira (04) para a Europa, onde será atendido pelo médico da seleção alemã de futebol Müller-Wohlfahrt.
Mesmo assim, o bicampeão olímpico ainda pode ser indicado pela Federação da Jamaica para participar das Olimpíadas, já que possui o segundo melhor tempo nos 100m, com 9seg88. Essa indicação também vale para os 200m, prova que Bolt correu para 19seg55 em Pequim 2015, já dentro da janela da IAAF.
De acordo com os critérios da federação jamaicana, o atleta precisa provar por meio de atestado médico que competir na seletiva poderia prejudicá-lo futuramente e também que estará recuperado da lesão até os Jogos Olímpicos. A entidade vai anunciar se indica ou não o Bolt na próxima quinta-feira (07/07).
Apesar do ocorrido, o jamaicano vai tentar participar do Meeting de Atletismo de Londres, que será realizado no dia 22 deste mês. Caso participe mesmo da Rio 2016, Bolt buscará o tricampeonato olímpico nas provas dos 100m, 200m e nos revezamentos da Jamaica.
Vale lembrar que o velocista já coleciona seis medalhas de ouro olímpicas (Pequim 2008 e Londres 2012, nos 100m, 200m e no revezamento 4x100m rasos).

Nenhum comentário:

Postar um comentário