quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Gabriel Jesus no Manchester City 'foi um bom negócio para todos'


Editores do LANCE! veem transferência do atacante do Palmeiras para o time inglês de forma positiva e acreditam no triunfo do jogador na Inglaterra sob o comando de Guardiola


Nesta semana, o Palmeiras aceitou a proposta de 32 milhões de euros, cerca de R$ 117 milhões, do Manchester City (ING) por Gabriel Jesus. Trata-se da maior venda da história do clube em números absolutos. Após a disputa do Campeonato Brasileiro, o atacante se juntará a Pep Guardiola e defenderá os citizens até o fim da temporada 2020/21. 


Diante deste cenário, editores do LANCE! analisaram a contratação do atual camisa 33 do Verdão pelo clube inglês. Confira: 

MÁRCIO ALENCAR - Editor do LANCE! 

"O Manchester City com Guardiola ainda é uma incógnita. O treinador só dirigiu gigantes europeus até agora e terá sua maior prova de fogo no clube inglês. Gabriel Jesus apostou em sua escolha, poderia ter assinado com algum outro clube de maior expressão, mas o peso do pedido e conversa de Pep foram fundamentais.

Reforço do Manchester City, Gabriel Jesus fala em coletiva antes de jogo da Seleção Olímpica (Foto: Lucas Figueiredo / MoWA Press)

Reforço do Manchester City, Gabriel Jesus fala em coletiva antes de jogo da Seleção Olímpica (Foto: Lucas Figueiredo / MoWA Press)
Foto: LANCE!

A Liga Inglesa é uma das melhores do mundo tecnicamente, e Jesus pode sim aprender muito com o rápido sistema jogado na terra da Rainha. Mas o que mais pode desenvolver seu futebol na Europa é sem dúvida Pep Guardiola. O Manchester City ainda é o clube rico que busca seu lugar entre os grandes. O técnico espanhol e o jovem talento brasileiro podem ser peças fundamentais para que isso ocorra. No fim, foi um bom negócio para todos, Palmeiras, City, Guardiola e Gabriel Jesus." 

RAFAEL BULLARA - Editor do LANCE! 

"Jogar na principal liga do mundo e ser treinado por um dos melhores técnicos são fatores que certamente pesaram na decisão. Gabriel vai evoluir bastante nas mãos de Guardiola e fez a escolha certa entre os clubes que mostraram interesse em seu futebol."

Nenhum comentário:

Postar um comentário