quinta-feira, 18 de agosto de 2016

O salto de Thiago Braz para o futuro

Thiago Braz coleciona títulos e melhora gradualmente suas marcas. Na Rio 2016, além de conseguir o ouro inédito para o Brasil, ele virou a grande promessa do esporte.



O oponente na pista do Engenhão era ninguém menos que o francês Renaud Lavillenie, então recordista olímpico do salto com vara com 5,97m. Mas isso não impediu Thiago de seguir o que sempre fez nos últimos anos: subir o sarrafo.
Em sua primeira Olimpíada, o brasileiro teve apoio da torcida para pular 6,03m e bater a marca que Lavillenie já tinha ampliado em um centímetro (5,98m) poucos minutos antes. Ao superar os 6 metros, Thiago entra para um seleto grupo de 17 atletas que realizaram o feito e, aos 22 anos, já dá sinais de uma carreira com um futuro brilhante.
Ao bater o recorde olímpico e atingir 6,03m, Thiago Braz iguala o feito do sul-africano Okkert Brits, em 1995, quando também tinha 22 anos. Assim como o lendário atleta ucraniano Sergei Bubka, ainda detentor da maior marca outdoor (6,14m), eles ultrapassaram pela primeira vez os 6 metros com esta idade.
“O Thiago tem ainda algumas coisas a evoluir, mas vejo ele hoje já melhor do que Bubka em alguns aspectos”
Vitaly Petrov, técnico de Thiago Braz e ex-técnico de Sergei Bubka

     CRÉDITOS
Texto Fabio PennaApuração Carlos Lemos e 
Fabio Penna
Design Mario Guilherme e 
Alexandre Lage
Desenvolvimento Carlos Lemos e 
Marcus Vinicius Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário