segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Mo Farah con el maratón en la mirilla

El británico titular mundial y olímpico piensa que el 2017 será su último año en las pistas

El laureado Farah pudiera pasar a competir en el maratón Foto: AP
LONDRES.—El multicampeón mundial y olímpico británico Mo Farah indicó este lunes que pudiera poner fin a su brillante carrera en el atletismo dentro de las pistas el próximo año, para pasar al maratón.
«El 2017 probablemente sea mi último año en las pistas, y estoy ansioso por correr ante mi público en Londres», señaló el mediofondista al confirmar su presencia en la parada de la Liga del Diamante que se celebrará en la capital británica en julio de ese año.
Farah, quien defendió con éxito en Río de Janeiro-2016 sus títulos en 5 000 y 10 000 metros planos logrados en Londres-2012, espera que la Liga del Diamante sea su última presentación oficial dentro de un estadio.
Será una prueba muy importante para mí en carrera hacia el Mundial (que acogerá Londres en agosto), por lo que espero correr bien y dar un buen espectáculo a los aficionados, aseveró el atleta británico más laureado de todos los tiempos.
Con su triunfo en la cita olímpica de Río, Farah se convirtió en el segundo hombre capaz de hacer el doble-doble en sus dos distancias preferidas, en las cuales se impuso también en los Mundiales de Moscú-2013 y Beijing-2015.
Recientemente el corredor dejó entrever que luego de tomarse un descanso para disfrutar de su familia tras la venidera cita del orbe, se dedicará a las pruebas de maratón.

El Usain Bolt dice adiós al atletismo

El hombre más veloz del mundo dejará de correr luego del Campeonato Mundial de Atletismo de Londres-2017, del 5 al 13 de agosto


Foto: Ricardo López Hevia
La Habana.—Con apenas 30 años de edad y envidiable carrera deportiva, Usain Bolt, el hombre más veloz del mundo, dirá adiós a las pistas la próxima temporada, después del Campeonato Mundial de Atletismo de Londres-2017, del 5 al 13 de agosto.
La noticia, aún por esperada -incluso para después de los Juegos Olímpicos de Río de Janeiro 2016- no dejó de conmover a los seguidores del jamaicano Usain Bolt y amantes de este deporte en general, informó Prensa Latina.
"Sí, estoy decidido a retirarme tras el Mundial", declaró Bolt a la revista matutina Sonríe Jamaica de la televisión de esa nación caribeña.
Además, señaló que antes de ese certamen tendrá una sorpresa reservada exclusivamente para sus coterráneos: "El Gran Premio de Jamaica -el 10 de junio- será mi última carrera en mi país y ante mi gente".
Una estrella dejará de brillar en las pistas para inmortalizarse en el firmamento de la historia de este deporte pese a los sentimientos encontrados de sus aficionados, quienes aún perciben a un Bolt en plenitud de condiciones para superar a cuanto rival se antoje como favorito a disputar el título, tanto en 100 como en 200 metros lisos.
Así lo refrendó en la cita olímpica carioca, donde logró el triplete por tercera vez consecutiva en esas lides cuatrienales (Beijing-2008, Londres-2012 y Río de Janeiro-2016), al imponerse en el hectómetro, en la media vuelta al óvalo y en el relevo 4x100, para completar un botín de nueve metales áureos, nunca antes conquistados y muy difíciles de igualar o rebasar.
Sin embargo, lo que pareció fácil a la vista de los simples mortales, y esperado por demás, para el mítico corredor resultó un gran peso y una presión incomparables con las anteriores.
"Estoy aliviado. He logrado lo que he venido a hacer. Estoy feliz y muy orgulloso de mí mismo. Hacer realidad algo como esto bajo una presión que es real y brutal, para mí es un logro", declaró a la prensa.
Bolt agregó que "todo el peso se ha ido. Es una sensación de alivio. He logrado todo y eso me hace muy feliz y muy orgulloso de mi mismo".
Si bien es cierto que el espigado jamaicano de 1,95 metros de altura no contó con la velocidad de antaño, en la cita de Río se mostró aún con el combustible y la explosividad necesarios para conquistar su ansiado triplete, bien lejos de aquel logrado en Beijing-2008, cuando igualó con los norteamericanos Jesse Owens (Berlín-1936) y Carl Lewis (Los Ángeles-1984), únicos hasta ese entonces en ostentar los tres títulos en la velocidad (100, 200 y 4x100) en una Olimpiada.
"Nunca me iba imaginar que podría ganar, volver a ganar y después volver a ganar otra vez todas las pruebas que he competido en tres Juegos Olímpicos. En la primera no me lo podía creer. En la segunda fue un desafío y ahora en la tercera me parece difícil de creer. Espero haber dejado el listón lo suficientemente alto para que nadie pueda volver a repetirlo", comentó.
Inolvidable será también para todos los que hemos coincidido en su tiempo, los excepcionales registros de 9.58 segundos en 100 y 19.19 en 200 implantados en la cita mundial de Berlín-2009, que no dejó de suscitar sospechas y recelos sobre todo de los medios estadounidenses.
Un año antes, en la cita estival de Beijing-2008, esos mismos medios habían cuestionado su récord de 19.30 en el doble hectómetro, que hasta entonces estaba en poder del norteamericano Michael Johnson (19.32, Atlanta-1996), por lo que tuvo que someterse a 11 controles antidopajes en la capital china, todos negativos.
En justas del orbe, Bolt ostenta un precioso botín de 11 preseas de oro, repartidas en Berlín-2009 (3), Daegu-2011 (2), Moscú-2013 (3) y Beijing-2015 (3), además de dos metales de plata alcanzados en Osaka-2007.
Aún cuando todavía perdura en algunos aquella mirada inquisitoria y el recelo por esos resultados prodigiosos, lo cierto es que cuando culmine la cita planetaria de Londres-2017 la edición quedará marcada para siempre, no por los resultados deportivos, sino haber presenciado la última gran actuación de la leyenda viva de las pistas.

Antônio Wilson vence outra Meia Maratona disputada nos EUA

29/10/2016 - Reinaldo de Jesus Cisterna / http://aloesporte.com.br/




Antônio Wilson (Toin), de Araguaína, 27 anos, venceu a sexta corrida nos Estados Unidos - Divulgação

Com o tempo de 1h08m17s, o atleta tocantinense Antônio Wilson (Toin), de Araguaína, 27 anos, da equipe Pé de Vento (RJ), de Petrópolis (RJ), e do Exército Brasileiro, venceu a sexta corrida nos Estados Unidos. E de quebra, bateu o recorde da meia Maratona de Falmouth- Massachusetts. Toin venceu neste sábado (29), os 21.097 km quebrando o recorde da prova que era de 1h10m09s.
A competição contou com a participação de 2 mil corredores. Toin foi convidado pela organização para disputar a corrida e não deu chances aos seus adversários.
Vale lembrar que o corredor tocantinense está nos Estados Unidos, na cidade de Boston, desde 15 de setembro, onde pretende passar dois meses treinando. Ele mandou um recado para o povo tocantinense dizendo que estará no Tocantins dia 20 de novembro e que no dia 3 de dezembro, estará em Palmas defendendo o título da Meia Maratona do ano passado. As inscrições, que foram abertas no último dia 20, podem ser feitas até 20 de novembro, exclusivamente pela internet, no site www.centraldacorrida.com.br, ou até se esgotar o número de vagas.Até este sábado 400 pessoas já haviam efetuado a inscrição. (Ver resultados).
Confira as vitórias de Antônio Wilson nos EUA
1° lugar na corrida Brighton Bangers 5k – com o tempo de 15:13
1° lugar na corrida Brazilian day 5.5k – com tempo de 16:25
1° lugar East Boston Savings Bank 5k com tempo 14:47
1º lugar na Mystic Classic 10k – com tempo de 29:47,
4º lugar na Meia Maratona de Hardwick 4° colocado com tempo de 1.07:46
1º lugar na Meia maratona de Hartford CT 1° lugar geral. Tempo 1.05.31
1º lugar na Meia Maratona de Falmouth- Massachusetts – Tempo de 1h08m17s





quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Principais nomes do atletismo tocantinense já confirmaram inscrição na XVI Meia Maratona

26/10/2016 - Reinaldo de Jesus Cisterna / Governo do Tocantins





Os principais nomes do atletismo do Tocantins e de fora do Estado já confirmaram presença na disputa da XVI Meia Maratona do Tocantins, que acontece no dia 3 de dezembro, às 18h, em Palmas, com saída e chegada na Praça dos Girassóis, em frente ao Memorial Carlos Prestes. Atletas como Eliésio Miranda, quatro vezes campeão da prova, e Antônio Wilson, vencedor do ano passado e que está se preparando em Boston, nos Estados Unidos, não perderam tempo e já efetuaram suas inscrições, bem como o atleta Antônio Francisco (Nego Léo), Athila Cavalcante e o queniano Paul Kipmmei Korrir. No feminino, a goiana Juliana Pereira e a triatleta tocantinense Paula Rovani também já garantiram presença na prova mais importante do atletismo do Tocantins.
Inscrições
Até o início desta quarta-feira, 26, 333 atletas já haviam efetuado suas inscrições. Vale destacar que esta será a primeira vez que o evento ocorrerá no período noturno, já que as últimas 15 edições, a prova aconteceu no horário da manhã.
As inscrições, que foram abertas no último dia 20, podem ser feitas até 20 de novembro, exclusivamente pela internet, no site www.centraldacorrida.com.br, ou até se esgotar o número de vagas.
Serão disputadas as categorias, geral aberta (acima de 18 anos) e geral para atletas do Tocantins (acima de 18 anos), na distância de 21 km; geral aberta (acima de 15 anos), geral para atletas do Tocantins (acima de 15 anos) e idoso (acima de 60 anos), na distância de 7 km; revezamento de 7 km em duplas; estudantil 10 a 12 anos, estudantil 13 a 14 anos, atletas da Apae acima de 12 anos e atletas paralímpicos na categoria deficiência visual, amputados e cadeirantes, na distância de 1 km; todos no masculino e feminino. A categoria idoso será contemplada apenas na corrida dos 7 km.
Premiação
A premiação total é de R$ 42.9 mil, dividida em 24 categorias, sendo que o campeão geral dos 21 km receberá R$ 4 mil; o vice-campeão, R$ 2 mil; o 3º colocado R$ 1 mil; o 4º R$ 400; e o 5º colocado R$ 200, tanto no masculino como no feminino.
Já os cinco primeiros colocados da Corrida Popular serão premiados com R$ 700, R$ 500, R$ 400, R$ 300 e R$ 200, respectivamente. Os melhores resultados entre os atletas do Tocantins, bem como das demais categorias também receberão premiação em dinheiro. Haverá medalhas de participação para todos os atletas que concluírem a prova.

Para consultar o regulamento, com todas as informações da competição – inscrições, prazos, categorias e premiação – basta acessar owww.centraldacorrida.com.br/eventos/xvi-meia-maratona-do-tocantins/.



Saiba mais



Evento: XVI Meia Maratona do Tocantins
Quando: 3 de dezembro
Horário: 18h
Local: Saída/Chegada: Memorial Coluna Prestes, em Palmas
Trajeto: Será todo na Avenida Theotônio Segurado, da Praça dos Girassóis até o final da pista dupla da Theotônio sentido sul, após a entrada para o Estádio Nilton Santos, ida e volta. O percurso total é de 21.097 metros.
Inscrição: site https//centraldacorrida.com.br
Taxa de inscrição: R$ 40,00
Número de vagas: 1.000
Premiação Total: R$ 42.900,00
Número de categorias: 24
Campeão da Meia Maratona: R$ 4.000,00

terça-feira, 25 de outubro de 2016

6º Desafio dos Fortes está com inscrições abertas para o evento

Reinaldo Cisterna - - http://www.aloesporte.com.br/


Estão abertas as inscrições para a 11ª etapa do Circuito Virgílio Coelho de Corridas de Rua, o Desafio dos Fortes, que acontece pela sexta vez na Capital



A prova acontece no dia 20 de novembro, com largada às 7h30 na Praia da Graciosa - Foto:Rafael Felipe/Divulgação


Estão abertas as inscrições para a 11ª etapa do Circuito Virgílio Coelho de Corridas de Rua, o Desafio dos Fortes, que acontece pela sexta vez na Capital. As inscrições podem ser feitas até o dia 17 de novembro, ou até as vagas esgotarem, através do site: https://www.centraldacorrida.com.br/desafio-dos-fortes-2016.
A prova acontece no dia 20 de novembro, com largada às 7h30 na Praia da Graciosa, e conta com dois percursos, de 6km e 16km. Os participantes serão divididos nas categorias: Geral Masculina e Feminina por faixa etária, e categoria Profissional de Educação Física.
O evento é realizado pela LCM Assessoria, Gestão e Treinamento Esportivo, com o apoio da Prefeitura de Palmas, por meio da Fundação Municipal de Esportes e Lazer (Fundesportes).(Fonte: Redação Fundesportes)

Confira os vencedores do primeiro Triatlhon do 22° Batalhão de Infantaria de Palmas

Reinaldo Cisterna - http://www.aloesporte.com.br/

Pódio feminino foi formado por Giovanna Lacerda, Paula Rovani , Claudia Rezende, Michelle de Polo e Kelly Caldeira de Morais


Pódio masculino do Triatlhon da 22° Batalhão de Infantaria de Palmas – Fotos: Divulgação/FTRI
Neste último domingo, 23, o 22° Batalhão de Infantaria de Palmas, em parceria com a Federação Tocantinense de Triathlon, realizou sua primeira prova de triathlon em comemoração aos 21 anos da instituição. A prova contou com 64 atletas, entre federados, não-federados, adultos e crianças.
A prova aconteceu em duas categorias: Triathlon com 750m de natação, 20 km de ciclismo e 5km de corrida, e categoria Aquathlon com 750m de natação e 5km de corrida.
O pódio masculino foi composto por Jone Costa (00h59min50s), Luciano Abreu (01h00min44s), Vander Praxedes (01h03min22s), Renne Rychard Santos (1h05min17s) e Georges Oliva de Oliveira (1h05min25s). Já o pódio feminino foi formado por Giovanna Lacerda (01h08min24s), Paula Rovani (1h11min48s), Claudia Rezende (01h12min44s), Michelle de Polo (01h14min05s) e Kelly Caldeira de Morais (01h14min32s).
Segundo presidente da Federação Tocantinense de Triathlon, Sérgio, a prova atendeu as expectativas: “tivemos uma avaliação muito positiva, sem nenhum imprevisto e com vários atletas participando”, finaliza.

Mais de 200 atletas já se inscreveram para a Meia Maratona do Tocantins



A premiação total é de R$ 42.9 mil, dividida em 24 categorias, sendo que o campeão geral dos 21 km receberá R$ 4 mil - Foto: Washington Luiz/Divulgação

Mais de 200 atletas já efetuaram suas inscrições para a disputa da XVI Meia Maratona do Tocantins, que está prevista para ocorrer no dia 3 de dezembro, às 18 horas, com saída e chegada na Praça dos Girassóis, em frente ao Memorial Carlos Prestes. Vale destacar que esta será a primeira vez que o evento ocorrerá no período noturno, já que as últimas 15 edições, a prova aconteceu no horário da manhã.
As inscrições, que foram abertas no último dia 20, podem ser feitas até 20 de novembro, exclusivamente pela internet, no sitewww.centraldacorrida.com.br, ou até se esgotar o número de vagas.
Serão disputadas as categorias, geral aberta (acima de 18 anos) e geral para atletas do Tocantins (acima de 18 anos), na distância de 21 km; geral aberta (acima de 15 anos), geral para atletas do Tocantins (acima de 15 anos) e idoso (acima de 60 anos), na distância de 7 km; revezamento de 7 km em duplas; estudantil 10 a 12 anos, estudantil 13 a 14 anos, atletas da Apae acima de 12 anos e atletas paralímpicos na categoria deficiência visual, amputados e cadeirantes, na distância de 1 km; todos no masculino e feminino. A categoria idoso será contemplada apenas na corrida dos 7 km.
Premiação
A premiação total é de R$ 42.9 mil, dividida em 24 categorias, sendo que o campeão geral dos 21 km receberá R$ 4 mil; o vice-campeão, R$ 2 mil; o 3º colocado R$ 1 mil; o 4º R$ 400; e o 5º colocado R$ 200, tanto no masculino como no feminino.

Já os cinco primeiros colocados da Corrida Popular serão premiados com R$ 700, R$ 500, R$ 400, R$ 300 e R$ 200, respectivamente. Os melhores resultados entre os atletas do Tocantins, bem como das demais categorias também receberão premiação em dinheiro. Haverá medalhas de participação para todos os atletas que concluírem a prova.
Para consultar o regulamento, com todas as informações da competição – inscrições, prazos, categorias e premiação – basta acessar o www.centraldacorrida.com.br/eventos/xvi-meia-maratona-do-tocantins/.
Saiba mais
Evento: XVI Meia Maratona do Tocantins
Quando: 03 de dezembro
Horário: 18h
Local: Saída/Chegada: Memorial Coluna Prestes, em Palmas
Trajeto: Será todo na Avenida Theotônio Segurado, da Praça dos Girassóis até o final da pista dupla da Theotônio sentido sul, após a entrada para o Estádio Nilton Santos, ida e volta. O percurso total é de 21.097 metros.
Inscrição: site https//centraldacorrida.com.br
Taxa de inscrição: R$ 40,00
Número de vagas: 1.000
Premiação Total: R$ 42.900,00
Número de categorias: 24
Campeão da Meia Maratona: R$ 4.000,00

Esta é a primeira vez que a Meia Maratona do Tocantins será realizada à noite

Vote no campeão olímpico Thiago Braz para Melhor Atleta do Ano

21|10|2016 - 19:30 | Da Assessoria de Imprensa da CBAt


Thiago Braz, campeão olímpico do salto com vara (Wagner Carmo/CBAt)

São Bernardo do Campo - Continua aberta a votação para a escolha do Atleta do Ano, pela Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF). O brasileiro Thiago Braz da Silva, campeão e recordista olímpico do salto com vara, com 6,03 m, é um dos 10 candidatos no masculino, ao lado de outros grandes nomes, como o jamaicano Usain Bolt e o britânico Mo Farah. No feminino, uma das candidatas é a colombiana Caterine Ibarguen, campeã olímpica do salto triplo.

Desde as categorias sub-20 (juvenil) e sub-18 (menor). Primeiro, em 2010, ganhou a medalha de prata nos Jogos Olímpicos da Juventude (atletas com até 17 anos), em Cingapura. Depois, em 2012, ganhou a medalha de ouro no Mundial Sub-20 (juvenil), em Barcelona.

Thiago é mais um nome do Brasil a concorre ao prêmio, depois de Ronaldo da Costa, que ficou entre os três primeiros em 1998, ano em que bateu o recorde mundial da maratona em Berlim, com 2:06:05. Outros dois brasileiros concorreram ao prêmio: Robson Caetano da Silva, em 1989, Fabiana de Almeida Murer, em 2010.

Robson, medalha de bronze nos 200 m em Seul 1988, em 1999 ganhou a Copa do Mundo de Barcelona e o IAAF Grand Prix. Fabiana foi campeã mundial Indoor do salto com vara em Doha e um ano depois, em 2011, foi campeã mundial em estádio, em Daegu.

Os vencedores serão escolhidos num processo de votação dividido em três fases: Conselho da IAAF, Família IAAF e pelos fãs do Atletismo. Os integrantes do Conselho e da Família manifestarão seus votos por e-mail, enquanto os fãs devem votar pelas mídias sociais da IAAF.

A votação segue até o próximo dia 1º de novembro através das mídias sociais da IAAF. Para votar basta curtir a foto do Thiago através do link abaixo. Cada curtida corresponderá a um voto.

Vitória do Centro Olímpico no Brasileiro Caixa de Atletismo Sub-16

23|10|2016 - 17:19 | Da Assessoria de Imprensa da CBAt


Vitor Gabriel e Ana Caroline (Wagner Carmo/CBAt)


São Bernardo do Campo - O Centro Olímpico, de São Paulo, venceu o Campeonato Brasileiro Caixa Sub-16, encerrado neste domingo (dia 23), na Arena Caixa, em São Bernardo do Campo, com a participação de centenas de atletas de todas as regiões do País. Foi o quarto título da equipe paulistana, em sete edições da competição. No total, o time tetracampeão conquistou 152 pontos na classificação geral: 53 pontos no masculino e 99 no feminino (1º lugar entre as mulheres). "Foi uma vitória importante para nós", comemorou o supervisor-técnico da equipe, Vitor Fernandes.

A equipe vice-campeã foi a PM Colombo, do Paraná, com 87 pontos, todos conquistados no masculino (foi campeã entre os homens). O terceiro lugar geral foi o SESI de São Paulo, com 83 pontos (58 no masculino e 25 no feminino). 

O destaque individual, no masculino, foi Vitor Gabriel Motin (PM Colombo), ganhador do lançamento do disco (com recorde nacional de 69,86 m) e do arremesso do peso, também com recorde nacional (ver abaixo). No feminino, a eleita foi Ana Caroline dos Santos Lopes, da FAE, de Jaboticabal (SP), igualmente vencedora do peso e do disco, quebrando três vezes o recorde brasileiro nesta segunda prova, chegando a 48,64 m. 

Nesta última etapa, dois novos recordes brasileiros foram alcançados. No lançamento do dardo, o campeão William Dereste Lima, da Asempar, de Paranavaí (PR), marcou novo recorde nacional, com 63,09 m, superando o anterior, de Maxwell Lucas Campos, que tinha 61,10 m desde 2013. Atleta do Ademir Nicola Francisco, o Mimi, e de Paulo Eduardo. Nascido em Londrina, William, de 15 anos, disse estar "feliz com o recorde".

Recorde brasileiro também no arremesso do peso masculino, com Vitor Gabriel Motin (PM Colombo), que fez 19,60 m. O anterior era 19,28 m, feito por Luiz Fernando Matias, desde 2014.

O presidente da CBAt, Toninho Fernandes, afirmou que "o Campeonato foi muito disputado e bem organizado".

PESQUISA
A Confederação Brasileira de Atletismo abriu uma página na internet para saber a opinião da comunidade atlética nacional sobre o Campeonato Brasileiro Caixa Sub-16. Para responder à pesquisa, basta entrar na página: goo.gl/6UBuWR (acesso por qualquer navegador). A página ficará no ar até às 23 horas deste domingo.

REALIZAÇÃO
O Campeonato Brasileiro Caixa de Atletismo Sub-16 Interclubes 2016 foi realizado pela CBAt, co-organizado pela Federação Paulista de Atletismo, patrocinado pela Caixa Econômica Federal, com apoio da Prefeitura de São Bernardo do Campo. O evento faz parte do "Programa Caixa de Competições 2016", da CBAt. A competição teve entrada livre para o público e foi transmitida pela TV CBAt, pela sua página no Facebook.

NOTICIÁRIO, RESULTADOS COMPLETOS, CLASSIFICAÇÃO GERAL e mais informações estão disponíveis no site do evento. Acesso pelo link abaixo:
http://cbat.org.br/competicoes/brasileiro_sub16_inter/2016/default.asp

PÓDIO
Arremesso do peso feminino
1º Rafaela Cristine Maciel de Souza (Poços de Caldas), 15,23 m
2º Ana Caroline dos Santos Lopes (FAE), 13,44 m
3º Rafaela Cristina da Silva (SESI), 13,43 m

Lançamento do dardo masculino
1º William Dereste Lima (Asempar), 63,09 m (Recorde Nacional)
2º Alisson Alberto Raduenz (Pomerode), 56,19 m
3º João Paulo de Souza Nardin (Asempar), 50,46 m

Salto com vara masculino
1º Bernardo Mertins (Ivoti), 3,60 m
2º Rian Silva de Oliveira (Asempar), 3,60 m
3º Pedro Leandro Ferreira dos Santos (ASA - Sertãozinho), 3,20 m

Salto triplo masculino
1º Taylor Evangelista Froes (ASA São Bernardo - Caixa), 13,22 m (1.7)
2º Alexandre Ribeiro da Silva (Clube Capixaba), 13,11 m (2.0)
3º João Victor Fernandes (SESI), 12,90 m (2.4)

300 m com barreiras feminino
1º Thais Michele da Silva Clemente (APCEF), 44.41
2º Nerisnelia dos Santos Souza (ASA- Sorriso), 45.02
3º Vivica Ifeoma Silva Llobi (Centro Olímpico), 45.69

300 m com barreiras masculino
1º João Carlos dos Santos Junior (CSS II Exército), 38,85 m
2º Raphael Antonio de Souza Tobias (Clã Delfos), 39.04
3º Lucas Rodrigues da Silva (Mangueira do Futuro), 39.53

1.000 m masculino
1º Lucas Pinho Leite (Barra do Garças), 2:34.13
2º Eduardo Ribeiro Moreira (Cria-Lavras), 2:37.51
3º Matheus Estevão da Silva Borges (ASPMP), 2:37.77

Lançamento do martelo feminino
1º Thalia Cristine André (Corville), 42,29 m
2º Laura Sartorato (ADIHC), 37,81 m
3º Eduarda Miranda (Rio do Sul), 36,85 m

Arremesso do peso masculino
1º Vitor Gabriel Motin (PM Colombo), 19,60 m (Recorde Nacional)
2º Frederico Costa (AA Pedreira), 16,75 m
3º José Henrique Presentes (ACEO), 16,32 m

Revezamento 4x75 m feminino
1º Centro Olímpico, 36.22 (Ellen Souza, Vivica Llobi, Juliana Oliveira, Vitoria Jardim)
2º IV Lenilson, 37.17 (Maria Vicente, Renatha Neves, Fernanda Campos, Lissandra Campos)
3º CI Performance, 37.73 (Juliana da Silva, Leticia Amaral, Fernanda Pinto, Vitória Oliveira

Revezamento 4x75 m masculino
1º Centro Olímpico, 32.98 (Lucas Cyrillo, Matheus Flores, Juarez Santos, Caio Teixeira)
2º Orcampi Unimed, 33,83 (João Augusto, Elias dos Santos, João de Jesus, Erick Silva de Jesus) 
3º SESI, 34.14 (Raphael da Silva, Adrian Vieira, Augusto Fernandes, Mateus Melo)

Altobeli e Joziane vencem em Curitiba

23|10|2016 - 16:26 | Assessoria de Imprensa da Confederação Brasileira de Atletismo



Altobeli no alto do pódio em Curitiba (Luiz Doroneto/Adorofoto)


São Paulo - Os brasileiros Altobeli Santos da Silva e Josiane Cardoso da Silva venceram na manhã deste domingo (dia 23) a prova dos 10 km do Circuito de Corridas Caixa, disputada em Curitiba, no Paraná, e válida pela 15ª etapa do Ranking CAIXA CBAt de Corredores de 2016. A competição teve largada e chegada no Centro Cívico, na Praça Nossa Senhora de Salete.

Finalista olímpico dos 3.000 m com obstáculos no Rio 2016, Altobeli completou a distância em 30:10, chegando 13 segundos à frente de Eliya Daudi Sidame, da Tanzânia, segundo colocado. No feminino, Joziane, campeã no domingo passado da Meia Maratona Internacional do Rio de Janeiro, correu o percurso em 35:39, apenas 2 segundos de vantagem sobre a queniana Leah Jerotich, vice-campeã.

Os 20 atletas - 10 no masculino e 10 no feminino - mais bem colocados na classificação final do Ranking CAIXA CBAt integrarão o Programa Nacional CAIXA de Apoio a Corredores de Elite de 2017. 

As últimas quatro etapas do Ranking serão as seguintes:

06/11 - Circuito de Corridas Caixa - 10 km - Brasília (DF)
20/11 - Circuito de Corridas Caixa - 10 km - Salvador (BA)
04/12 - Volta da Pampulha - 18 km - Belo Horizonte (MG)
31/12 - Corrida de São Silvestre - 15 km - São Paulo (SP) 

Pódio em Curitiba

Masculino
1-Altobeli Santos da Silva (BRA) - 30:10
2-Eliya Daudi Sidame (TAN) - 30:23
3-Carlos de Oliveira Santos (BRA) - 30:42
4-Joseph Kachapin Aperumoi (KEN) - 30:57
5-Miguel Luciano (BRA) - 31:05

Feminino
1-Joziane Cardozo da Silva (BRA) - 35:39
2-Leah Jerotich (KEN) - 35:41
3-Maria Aparecida Ferraz (BRA) - 35:56
4-Jacklyne Chemwek Rionoripo (KEN) - 36:05
5-Muriel Coneo (COL) - 36:37

Curso de Saltos Horizontais e Barreiras reúne 27 inscritos em Boa Vista

24|10|2016 - 15:41 | Assessoria de Imprensa da Confederação Brasileira de Atletismo




Participantes do Curso em Boa Vista (Divulgação)

São Paulo - Foi realizado de sexta-feira (dia 21) a domingo (23) o Curso de Treinamento em Saltos Horizontais e Barreiras, ministrado pelo técnico Nélio Moura, em Boa Vista, em Roraima. As aulas teóricas aconteceram no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Roraima e as práticas na Vila Olímpica Roberto Marinho.

As atividades contaram com a participação de 27 inscritos, entre acadêmicos de Educação Física (nove), treinadores (oito), atletas (10), representando cidades de Roraima e um vindo de Manaus (AM).

"O curso teve muito bom aproveitamento, provocando muito interesse dos inscritos", comentou Nélio, treinador de Maurren Maggi, campeã olímpica do salto em distância nos Jogos de Pequim, em 2008.


quinta-feira, 20 de outubro de 2016

Maratoninha da Caixa de Palmas será disputada domingo em frente ao Quartel do Corpo de Bombeiros

20 de outubro de 2016
Reinaldo Cisterna
http://aloesporte.com.br/



Será realizada no próximo domingo, em Palmas, a 23ª e última de 2016, mas a 9ª edição do evento na capital tocantinense. A competição será realizada em frente ao Quartel do Comando Geral do Corpo de Bombeiros, a partir das 8 horas, para 1.500 atletas mirins de 6 a 12 anos.A estreia da Maratoninha de Palmas foi em 2008.
As crianças correm em baterias de no máximo 30 crianças por faixa etária e gênero, num trecho in door, de aprox. 300 mts, ida e volta. Todas recebem camiseta, boné, kit lanche (banana/maça e doce), agua. As primeiras colocadas de cada bateria recebem um bike aro 26 18 marchas.
As inscrições para a Maratoninha são limitadas. Podem ser feitas pelo e-mail ccmaratoninhato@gmail.com, enquanto ainda houver disponibilidade de vagas. 
Padrinho
O padrinho do evento será mais uma vez Claudinei Quirino, que tinha como especialidade as provas de 100m, 200m, 400m e 4×100 rasos. Ele foi medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Sidney (Austrália – 2000), formando o quarteto com Edson Luciano, André Domingos e Vicente Lenilson nos 4×100.
Maratoninha sob Rodas
A grande novidade do Circuito 2016 é a “Maratoninha sob Rodas”. A primeira corrida de bicicleta foi em Teresina, em agosto. Inicialmente, apenas crianças de 6 a 8 anos podem participar. O atleta usará uma bicicleta própria, com o tamanho máximo de aro 20.
Inclusão Social
O grande mérito da Maratoninha é o trabalho de inclusão social que ela faz. Noventa por cento dos participantes são crianças inseridas em projetos sociais financiados pelo Estado, pela iniciativa privada ou por pessoas que fazem um trabalho de assistência a crianças de famílias carentes ou em situação de risco. Além de democratizar o esporte e gerar mais saúde física e mental, a Maratoninha é um meio de ascensão e ingresso na sociedade.

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

Tocantinense foi vice-campeão na 20ª Meia Maratona Internacional do Rio de Janeiro 2016


O atleta tocantinense Leoney Oliveira Gomes (Almas) foi vice-campeão na 20ª Meia Maratona Internacional do Rio de Janeiro, que aconteceu no último domingo. Leoney foi segundo colocado na faixa etária de 20 a 24 anos. O vencedor foi o atleta Jeferson Vagner de Souza, e o terceiro colocado Michael John Credon.
Competição reuniu alguns dos melhores nomes de corridas de rua do Brasil, além de destaques do exterior, que percorreram os 21.097 metros por toda a orla da Cidade Maravilhosa.
O atleta tocantinense natural de Almas, Leoney Oliveira Gomes, mas mora em Palmas, faturou no ano passado, a categoria 18 a 19 anos da São Silvestre. Na época da vitória, o tocantinense completou o percurso de 15 km com o tempo de 58m43s.

Wellington Bezerra e Maria Regina mantêm liderança

19|10|2016 - 10:52 | Assessoria de Imprensa da Confederação Brasileira de Atletismo




Wellington no alto do pódio (Adorofo/Divulgação)


São Paulo - O pernambucano Wellington Bezerra da Silva e a maranhense Maria Regina Santos Seguins mantêm a liderança do Ranking CAIXA CBAt de Corredores 2016, segundo classificação divulgada nesta quarta-feira (19) pelo Departamento Técnico da Confederação Brasileira de Atletismo, após a disputa de 14 etapas da competição. 

Wellington, de 28 anos, atual campeão do Ranking, tem agora 40 pontos de vantagem sobre Pablo Fagundes da Costa, segundo colocado. O pernambucano soma 229 pontos, contra 179 do goiano Pablo, assim como Wellington, corredor do Cruzeiro/Caixa.

Na classificação feminina, Maria Regina (Luasa) viu sua vantagem diminuir de 30 para 29 pontos para a baiana Marizete Moreira dos Santos (CASO), segunda colocada.

Em 14 provas, das 19 previstas para a temporada 2016, 179 corredores já marcaram pontos, sendo 118 na categoria masculina e 61, na feminina.

O Ranking CAIXA CBAt de Corredores prossegue no próximo domingo (dia 23) com a disputa da prova de 10 km do Circuito de Corridas Caixa de Curitiba, no Paraná. 

Os 20 atletas - 10 no masculino e 10 no feminino - mais bem colocados na classificação final do Ranking CAIXA CBAt integrarão o Programa Nacional CAIXA de Apoio a Corredores de Elite de 2017. 

A classificação após a 14 etapas é a seguinte:

Masculina
1-Wellington Bezerra da Silva - 229 pontos
2-Pablo Fagundes da Costa - 179
3-Fabio Ramos dos Santos - 176
4-Jonilson Pinto Prates - 154
5-Samuel Ribeiro - 134
6-Vagner da Silva Noronha - 128
7-Willian Salgado Gomes - 113
8-Gilmar Silvestre Lopes - 111
9-Jurandyr Couto Junior - 106
10-Giovani dos Santos - 103

Feminina
1-Maria Regina Santos Seguins - 231 pontos
2-Marizete Moreira dos Santos - 202
3-Rosiane Xavier dos Santos - 166
4-Maria Aparecida Ferraz - 151
5-Luzinete Andrade Miranda - 147
6-Joziane da Silva Cardoso - 146
7-Conceição Maria de Oliveira - 134
8-Rozilene Silvestre de Jesus - 128
9-Cruz Nonata da Silva - 119
10-Maria José Alves - 87
10-Erika Maria José Vieira 87

Más de cuatro mil corredores confirman su participación en Marabana

El evento se correrá el próximo 20 de noviembre. Un día antes tendrá lugar el Maracuba




La primera etapa de confirmación  de los clasificados para la  XXX edición de Marabana, cerró exitosamente con la inscripción de cerca de4 000 corredores, de ellos 2 896 nacionales y 1 500 extranjeros de 59 países.

Carlos Gattorno, director general del proyecto Marabana/Maracuba, informó que tomando en consideración el número de nuevos participantes que han solicitadosu presencia en el evento que se efectuará el próximo 20 de noviembre, se ha decidido abrir las inscripciones en la semana del 28 de octubre al 2 de noviembre para los interesados en correr la distancia de diez kilómetros.
Teniendo en consideración que a partir del 5 de noviembre todo el equipo estará concentrado en los preparativos finales del certamen, no se realizarán cambios de distancia. La recogida del dorsal está prevista para la semana del 14 al 18 de noviembre, que puede adelantarse en dependencia de la llegada a Cuba de los mismos, indicó el directivo del Inder.
Destacó Gattorno que la cantidad de participantes extranjeros debe incrementarse, cuando falta un mes para la popular carrera.
Gattorno, enfatizó que el 19 de noviembre, Día de la Cultura Física y el Deporte, previo a Marabana, se desarrollará elMaracuba en todas las provincias, municipios y núcleos poblacionales rurales y de montaña.