sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

A 86ª Corrida Internacional de São Silvestre teve como vencedor um brasileiro


Foto: Fernando Borges/Terra


                                             

Fotos: Paulo Pinto/AE


Foto: Fernando Borges/Especial para Terra 

SÃO PAULO - Marilson Gomes dos Santos fez a festa da torcida brasileira no último dia do ano. Com uma atuação segura e consistente, ele venceu nesta sexta-feira a 86.ª Corrida Internacional de São Silvestre, para a alegria do público que lotou as ruas de São Paulo para acompanhar a prova. E passou a ter três títulos na história da competição, repetindo os feitos de 2003 e 2005.

Maior fundista brasileiro na atualidade, Marilson não disputava a São Silvestre há quatro anos. Dessa vez, porém, resolveu encarar o desafio e virou a principal aposta para acabar com o domínio africano - os quenianos venceram as três edições anteriores da prova. Assim, ele acabou se tornando o maior campeão do Brasil desde que a corrida passou a ser internacional, em 1945.

Dono de dois títulos da tradicional e famosa Maratona de Nova York (em 2006 e 2008), Marilson confirmou seu favoritismo ao imprimir um ritmo forte durante o percurso de 15 quilômetros da prova. Esteve sempre entre os primeiros colocados e começou a abrir vantagem na liderança depois da metade do trajeto, sem ter a sua vitória ameaçada por nenhum dos adversários.

"Consegui vencer outra vez", comemorou Marilson, que dedicou a vitória na São Silvestre ao seu primeiro filho, que está previsto para nascer agora em fevereiro. "O Miguel já está chegando dando sorte", disse o atleta, bastante cansado após completar o percurso com o tempo de 44min07 - o recorde ainda é do queniano Paul Tergat, que fez 43min12 na edição de 1995.

Comprovando sua superioridade, Marilson conseguiu grande vantagem sobre o segundo colocado na prova, o queniano Barnabas Kiplagat Kosgei, que marcou 44min49. Dono do título nas duas edições anteriores, o também queniano James Kwambai ficou em terceiro lugar. O brasileiro Giovani dos Santos terminou na quarta posição, enquanto o queniano Emmanuel Bett completou o pódio.

Os cinco primeiros colocados da São Silvestre 2010:

1.º - Marilson Gomes dos Santos (Brasil), 44min07s
2.º - Barnabas Kosgei (Quênia), 44min49s
3.º - James Kipsang (Quênia), 45min15s
4.º - Giovani dos Santos (Brasil), 45min34s
5.º - Emmanuel Bett (Quênia), 45min41s
 
Por outro lado, a queniana Alice Timbilili confirmou o favoritismo e venceu a disputa feminina da 86.ª Corrida Internacional de São Silvestre, nesta sexta-feira, em São Paulo. Com isso, ela conquistou o título da prova pela segunda vez na história, repetindo o feito de 2007.

A vitória de Timbilili aumentou o domínio africano na prova feminina da São Silvestre, que já dura desde o título dela própria em 2007. E a bicampeã ainda bateu o recorde da competição, ao completar o percurso de 15 quilômetros em 50min19s42 - a antiga marca pertencia à também queniana Hellen Kimayio, vencedora em 1993 com 50min26.

A melhor brasileira na São Silvestre de 2010 foi Simone Alves da Silva, que terminou em segundo lugar e foi a única a ameaçar a liderança de Timbilili durante o percurso. Enquanto isso, a também queniana Eunice Kirwa conseguiu a terceira colocação.

As cinco primeiras colocadas da São Silvestre 2010:
1.º - Alice J. Timbilili (Quênia), 50min19s42
2.º - Simone Alves da Silva (Brasil), 50min25s
3.º - Eunice J. Kirwa (Quênia), 51min42s
4.º - Cruz Nonata da Silva (Brasil), 51min51s
5.º - Diana Judith Landi Andrade (Equador), 52min35s

Nenhum comentário:

Postar um comentário