segunda-feira, 4 de julho de 2011

Em prova disputadíssima, Eliésio Miranda do Tocantins chega na 12ª colocação

Brasileiro leva a melhor em prova disputadíssima; queniana fatura o bicampeonato

Numa prova muito disputada durante todo o percurso, Franck Caldeira venceu a 5ª Meia Maratona das Cataratas – “Troféu Cataratas do Iguaçu S/A 10 Anos”, neste domingo (3), em Foz do Iguaçu (PR). Quatorze segundos separaram os cinco primeiros colocados. No feminino, a queniana Dorcas Kiptarus confirmou seu favoritismo e conquistou com facilidade o bicampeonato.


Depois de dois vice-campeonatos nas duas edições anteriores, Caldeira entrou na corrida disposto a vencer em Foz do Iguaçu. A vitória veio com apenas um segundo de vantagem sobre o segundo colocado. Além da primeira colocação, o mineiro superou o recorde da prova, registrando o tempo de 1h3min5s.

Na chegada, bastante emocionado, ele agradeceu pelo apoio e lembrou as edições passadas. “Eu tinha que vencer para retribuir o carinho que recebo aqui em Foz do Iguaçu”, disse. “Esse é o Franck Caldeira que todos conhecem. Fiz uma prova inteligente, com alegria, com um novo estímulo, uma nova cabeça”, completou o campeão.

O segundo lugar ficou com Paulo Roberto de Almeida, do Cruzeiro, de Belo Horizonte (1h3min6s); e o terceiro, com Damião Ancelmo de Souza (1h3min10s), da equipe Pé de Vento, do Rio de Janeiro. Completaram o pódio, Giomar Pereira da Silva (1h3min11s) e Giovani dos Santos (1h3min19s).

Equilíbrio – O alto nível técnico garantiu emoção ao público que acompanhou a corrida. Imprimindo um ritmo forte, antes da metade do trajeto os cinco primeiros já haviam aberto uma grande distância em relação aos demais corredores. No último quilômetro, Caldeira assumiu definitivamente a primeira posição.

Para se ter uma ideia da intensidade imposta pelos atletas, os tempos dos cinco primeiros foram mais baixos do que o recorde anterior da prova (1h3min37s), que pertencia a João da Bota, conquistado na edição de 2009. Todos estão entre os seis melhores tempos registrados por atletas brasileiros em meias-maratonas em 2011.

Feminino – A exemplo do ano passado, a queniana Dorcas Kiptarus (1h13min31s) liderou durante praticamente todo o percurso. Dorcas passou pelo portão do Parque Nacional do Iguaçu com quase um minuto de vantagem sobre a segunda colocada, a brasileira Marily dos Santos (1h17min).

A queniana baixou um minuto e 13 segundos o recorde da prova, que também era dela. “Me senti bem durante a corrida, apesar do clima frio”, revelou a vencedora. “Já conhecia o percurso e sabia que era difícil, isso ajudou a manter um ritmo forte. Quando vi as Cataratas na minha frente, vi que a vitória estava garantida”, declarou.

A terceira colocada foi Sirlene Souza de Pinho (1h17min33s). Conceição Carvalho Oliveira (1h17min57s) e Ilda Alves dos Santos (1h18min25s) completaram o pódio. Curiosamente, na edição do ano passado o pódio foi formado pelas mesmas atletas, nas mesmas posições, porém com tempos mais baixos desta vez.

Premiação – Os cinco melhores nas duas categorias levaram o Troféu Cataratas do Iguaçu S/A 10 Anos, em referência aos dez anos da Cataratas do Iguaçu S/A – empresa responsável pela visitação no Parque Nacional do Iguaçu, e dividiram R$ 60 mil — a maior premiação do Brasil em provas dessa categoria. Os campeões faturaram R$ 12 mil; os segundos e terceiros lugares ficaram com R$ 8 mil e R$ 5 mil, respectivamente. Os quartos lugares receberam R$ 3 mil; e os quintos, R$ 2 mil.

Reconhecimento – Para Gilmar Piolla, superintendente de Comunicação Social da Itaipu e presidente do Fundo de Desenvolvimento e Promoção Turística do Iguaçu (Fundo Iguaçu), Franck Caldeira tem uma identidade com a prova e havia se tornado uma espécie de garoto-propaganda da Meia Maratona das Cataratas.“Foi uma vitória mais que merecida”, disse.

“A prova foi maravilhosa. Atingimos um nível de excelência na organização e também de competidores. Este ano foram batidos todos os recordes e o público compareceu para prestigiar a corrida. Já estamos motivados para fazer uma prova ainda melhor em 2012”, concluiu Piolla.

Segundo Jorge Luiz Pegoraro, chefe do Parque Nacional do Iguaçu, é a união perfeita de esporte e natureza. “A Meia Maratona das Cataratas foi um evento de sustentabilidade. As instituições públicas e privadas se mobilizaram para realizar a corrida. O resultado foi um grande sucesso", avaliou.

Já o atleta tocantinense Eliésio Miranda da Silva terminou a prova na 12ª colocação.









Resultado 5ª Meia Maratona das Cataratas

Masculino
1º) Franck Caldeira, 28 anos – Tempo: 1h3min05s
2º) Paulo Roberto de Almeida, 32 anos – Tempo: 1h3min06s
3º) Damião Ancelmo de Souza, 32 anos – Tempo: 1h3min10s
4º) Giomar Pereira da Silva, 39 anos – Tempo: 1h3min11s
5º) Giovani dos Santos, 30 anos – Tempo: 1h3min19ss
12º) Eliésio Miranda da Silva - Tempo: 1h741s

Feminino
1ª) Dorcas Jepchirchir Kiptarus, 21 anos – Tempo: 1h13min31s
2ª) Marily dos Santos, 33 anos – Tempo: 1h17min
3ª) Sirlene Souza de Pinho, 35 anos – Tempo: 1h17min33s
4ª) Conceição de Oliveira, 36 anos – Tempo: 1h17min57s
5ª) Ilda Alves dos Santos, 39 anos – Tempo: 1h18min25s

(Grampo Comunicação. Fotos: Marcos Labanca e Christian Rizzi)
Veja os resultados conmpletos no link: http://www.meiamaratonadascataratas.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário