quarta-feira, 1 de julho de 2015

Jogadores conhecidos vão compor o Palmas na Série D

Depois de sete anos ausente das competições nacionais, a última foi no Brasileiro da Série C em 2008, o Palmas foi confirmado ontem pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para representar o Tocantins no Campeonato Brasileiro da Série D. Isso só foi possível em razão da desistência do Interporto, mas o clube ainda dependia do aval da CBF para entrar na competição e ontem a entidade divulgou em seu site a oficialização do Tricolor da Capital.

No dia anterior, o presidente da Federação Tocantinense de Futebol (FTF), Leomar Quintanilha, havia ligado a um dirigente próximo ao presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, explicando os motivos da desistência do Interporto, e o pedido pela entrada do Palmas.

CONFIRMAÇÃO
Com a confirmação, o presidente do Palmas, Richard Sanches, disse que estava muito feliz, mas que agora é correr contra o tempo. Até a estreia dia 12 de julho contra o River, em Teresina, no Piauí, o time terá apenas 11 dias para a montagem da equipe. Mas somente amanhã é que os jogadores deverão iniciar os trabalhos, pois a diretoria não podia contratar antes de saber da decisão da CBF.

TIME
Sem divulgar nomes, a diretoria deve somente amanhã listar a relação de pelo menos 15 atletas. Mesmo assim o Jornal do Tocantins apurou alguns nomes que já foram conversados e que devem se apresentar ao clube: o goleiro Carlão (Interporto), o lateral-direito Daylson (Interporto), os zagueiros Moacri e Alan Kardec (Palmas), os meio-campistas Thurran e Tedy (Palmas), Valdo (Interporto) e Pedro Panca (Tocantinópolis), e o atacante Gean (ex-Guaraí), artilheiro do Estadual com nove gols. O restante dos nomes a diretoria ainda estaria negociando com os jogadores para divulgar todo mundo.

Quadro
 Tendo em vista que o Palmas terá duas competições nacionais para disputar, Brasileiro da Série D e a Copa São Paulo (início de 2016), a diretoria está revendo o planejamento anterior e, com isso, deve compor a comissão técnica. Wilsomar Sena deve permanecer como responsável pela montagem do time que vai à Copa São Paulo, em razão do pouco tempo que o clube possui para montar o grupo de garotos, já que em setembro precisa enviar a documentação de inscrição e a lista dos atletas para a Federação Paulista de Futebol (FPF). A diretoria não confirma e nem desmente, mas o time principal deve ter o comando de um outro treinador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário