quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Saiba todas as curiosidades sobre medalhas olímpicas

Brasil conquistou 17 medalhas em Londres, até então o melhor resultado em uma Olimpíada

Fonte: http://www.webrun.com.br/

Conquistar uma medalha nos Jogos Olímpicos é uma das maiores glórias na vida de um atleta, o objeto carrega diversos simbolismos e cada detalhe que o compõe é cheio de história.
Na primeira edição das Olimpíadas da Era Moderna, que aconteceu na Grécia em 1986, havia apenas dois tipos de medalhas: a de prata, para o primeiro lugar, e a de bronze, para o segundo. Na frente dela, havia uma imagem de Zeus, o pai de todos os deuses, segurando Nike, a deusa da vitória. No verso, estava a Acrópole de Atenas.

O ouro só surgiu na Olimpíada seguinte em Paris, na França compondo o trio que conhecemos até hoje. Neste ano, foi a única vez na história que as medalhas apareceram no formato retangular.
Ranking
A contagem para as posições no ranking é simples, os primeiros colocados são sempre os que possuem mais ouros. Não importa quantas outras medalhas determinado país conquistou, ele sempre perderá pelo que tem a maior quantidade de primeiras colocações, isso também vale para a prata.
O Brasil teve seu melhor desempenho em Jogos Olímpicos no ano de 2012, em Londres. Sendo três de ouro, cinco de prata e nove de bronze. A última medalha para o atletismo brasileiro foi de Maurren Maggi, no salto em distância nas Olimpíadas de Pequim e antes disso Vanderlei Cordeiro de Lima, com sua famosa terceira colocação correndo a maratona, nas Olimpíadas de Atenas.
Confira a colocação do Brasil em todas as participações nos Jogos!

Inovações 2016
Para 2016 foram produzidas 2.488 medalhas Olímpicas e 2.642 Paralímpicas e as peças pesam cerca de 500 gramas. O design das medalhas Olímpicas usa folhas de louro para representar a relação entre as forças da natureza e os heróis Olímpicos. Já os guizos no interior das Paralímpicas criam uma nova possibilidade de interação e permitem diferenciar outro, prata e bronze.

A preocupação com o meio ambiente é uma das marcas dessa edição. As peças de ouro são 100% livres de mercúrio, e as de prata e bronze contam com 30% de material reciclado em sua composição. Já a fórmula da fita que prende as medalhas nos pescoços dos atletas é produzida com 50% de garrafas PET recicladas. Por fim, o estojo que guarda as preciosidades é feito de madeira produzida em áreas com atividade ambiental sustentável e socialmente responsável.
É sempre bom lembrar que as medalhas Olímpicos e Paralímpicas não estão disponíveis para venda. O Comitê Rio 2016 oferece aos colecionadores a possibilidade de adquirir as medalhas comemorativas. Com preços entre R$ 70 e R$ 9.560, o souvenir dos Jogos conta com versões de ouro, prata, bronze e bronze dourado.
Não sabe o que é um quadro de medalhas? Veja o resultado final dos últimos Jogos



Nenhum comentário:

Postar um comentário