quinta-feira, 8 de junho de 2017

Jovens velocistas são atração no Troféu Brasil Caixa de Atletismo

07|06|2017 - 12:07 | Assessoria de Imprensa da Confederação Brasileira de Atletismo
Fonte: CBAt
Paulo André no GP Brasil (Wagner Carmo/CBAt)
Clique na Imagem para Ampliar
São Paulo - O Troféu Brasil Caixa de Atletismo de 2017, que será disputado desta sexta-feira (dia 9) a domingo (11), na Arena Caixa, em São Bernardo do Campo, no ABC paulista, mostrará uma geração de velocistas que, pouco a pouco, garante espaço entre os mais experientes e, principalmente, dá esperanças para o ciclo olímpico de Tóquio 2020.

A entrada na Arena Caixa, localizada na Rua Tiradentes, 1840 - Vila do Tanque, é livre para o público.

Para os 100 m masculinos, dois corredores sub-20 (até 19 anos) se destacam. O paulista Paulo André de Oliveira, de 18 anos, venceu o GP Brasil Caixa, com 10.23 (0.3), tempo que lhe garante a liderança do Ranking Nacional Absoluto da prova, obtido em São Bernardo. O outro é o carioca Derick de Souza Silva, de 19 anos, com 10.35 (0.7), quinto lugar na lista. Os dois atletas estão inscritos nos 100 m, 200 m e 4x100 m pelo Pinheiros.

Na prova dos 200 m, além de Paulo André, 4º colocado no Ranking, com 20.82 (0.3), outro destaque é o mato-grossense Aliffer Junior dos Santos (APEFS Sinop), de 20 anos, 3º lugar na lista, com 20.82 (-2.9), marca alcançada a 30 de abril, em Campinas (SP).

Entre os jovens velocistas, Vitor Hugo dos Santos (B3 Atletismo), de 21 anos, está fora do Troféu Brasil. Ele sofreu uma lesão muscular na disputa do Campeonato Mundial de Revezamentos de Bahamas, em abril, quando representava a Seleção adulta, e não se recuperou a tempo de competir em São Bernardo.

No feminino, o grande nome da nova geração é a carioca Vitória Cristina Rosa (B3), de 21 anos. Qualificada para o Campeonato Mundial de Londres, ela lidera o Ranking Nacional dos 200 m, com 23.09 (0.8), marca obtida no GP Brasil, no último sábado. Está em segundo lugar nos 100 m, com 11.38 (0,4).

"Estou muito feliz e surpresa. Não esperava resultados tão bons em minha mudança para São Paulo", comentou Vitória, que fez parte da delegação olímpica nos Jogos do Rio 2016. "Estou começando vida nova, com meu treinador", lembrou, referindo-se a Katsuhico Nakaya.

Outra grande revelação é a carioca Lorraine Barbosa Martins (EMFCA), de apenas 17 anos, que ocupa o 5º lugar no Ranking dos 200 m, com 23.65 (1.6). Neste fim de semana, no Sul-Americano Sub-20, disputado em Georgetown, na Guiana, ela ratificou os índices dos 100 m e dos 200 m para o Mundial Sub-18 de Nairóbi, no Quênia, que será disputado em julho.

Ela venceu os 100 m em Georgetown, com 11.56 (-3.1), e os 200 m, com 23.89 (-2.6). No ano passado, em Concórdia, na Argentina, foi campeã do Sul-Americano Sub-18

Outros destaques - A nova geração do Atletismo brasileiro está espalhada por outras provas do esporte. O fluminense Thiago do Rosário André (B3) é um exemplo. Aos 21 anos, lidera o Ranking Brasileiro dos 800 m e dos 1.500 m e está qualificado nas duas provas para o Mundial de Londres, com os tempos de 1:45.65 e 3:35.28, respectivamente.

O paulista Mateus Daniel Adão de Sá (Pinheiros) é o primeiro no salto triplo, com 16,87 m (0.5). Aos 21 anos, está qualificado para o Mundial. Ele obteve a marca no GP Brasil, no sábado.

Nos 110 m com barreiras, a liderança é do carioca Gabriel Constantino (Orcampi Unimed), também de 21 anos, com 13.52 (1.2), marca alcançada em Gainesville, nos Estados Unidos, a 28 de abril. Ele divide o primeiro lugar com o experiente Eder Souza, também da Orcampi.

O paranaense Mikael de Jesus aparece em 3º lugar no Ranking dos 400 m com barreiras. Com 19 anos, ele tem 50.12. No ano passado terminou na 4ª colocação na prova no Mundial Sub-20 de Bydgoszcz, na Polônia.

Mais três atletas fecham o grupo masculino: o paulista Bruno Spinelli (B3), de 20 anos, 3º no salto com vara, com 5,42 m, marca alcançada no dia 10 de maio passado o paranaense Douglas Junior dos Reis (Orcampi Unimed), de 21, 1º no lançamento do disco, com 59,90 m, resultado de 22 de março e Jefferson de Carvalho Santos (Pinheiros), 1º no decatlo, com 7.728 pontos, obtidos a 29 de abril, de 21, em Florença, na Itália.

No feminino, Liliane dos Santos Mariano (Pinheiros), de 20 anos, é 2ª colocada nos 800 m, com 2:06.81, tempo registrado a 3 de maio, em São Bernardo, mesmo lugar em que a mineira Nubia Aparecida Soares (B3), de 21, obteve 14,35 (-0.4) no salto triplo, 1º lugar no Ranking Brasileiro e índice para o Mundial de Londres.

A CBAt divulgou o novo Programa-Horário da competição, que será aberta com os 100 m do decatlo, às 09 horas da sexta-feira. A final do revezamento masculino do 4x400 m fechará o evento às 17 horas de domingo. O Programa-Horário definitivo será confirmado após o Congresso Técnico do evento, marcado para as 15 horas desta quinta-feira (8), na Sala Bartira do Pampas Palace Hotel, que fica na Av. Barão de Mauá, 71, no Km 18 da Via Anchieta, em São Bernardo do Campo.

O Troféu Brasil Caixa de Atletismo é uma realização da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) e da Federação Paulista de Atletismo (FPA), com patrocínio é da Caixa Econômica Federal e apoio da Prefeitura de São Bernardo do Campo.

Mais informações clique aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário