quarta-feira, 20 de julho de 2016

Nadador tocantinense é convocado para representar o Brasil nas Paralimpíadas do Rio-2016

Reinaldo de Jesus Cisterna / Governo do Tocantins



O nadador paralímpico Ítalo Gomes Pereira, natural de Porto Nacional, foi convocado, nesta terça-feira, 19, pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) ao lado de outros 277 atletas para os Jogos Paralímpicos Rio 2016. Os Jogos Paralímpicos Rio 2016 serão disputados entre os dias 7 e 18 de setembro, no Rio. Mais de 4 mil atletas de 176 países são esperados para a disputa de 528 medalhas. Com isso, o nadador é o primeiro atleta do Tocantins que irá representar o Estado numa competição deste nível.   

Ítalo Gomes Pereira disse que será uma honra e orgulho poder representar o Tocantins, mesmo tendo morado em Porto Nacional menos de um ano. Logo que nasceu, Ítalo precisou fazer uma cirurgia nos pés, que nasceram para dentro. Ainda na infância contraiu rubéola, e por conta disso sofreu má formação congênita nos membros inferiores teve que ir morar em Goiânia para fazer tratamento.   Segundo ele, o Tocantins representa muito em sua vida e, por isso, faz questão de dizer que é representante do Estado. “Nas férias eu sempre vou para o Estado. Meu pai mora aí até hoje. Por isso tenho um carinho muito grande pelo Tocantins”, explicou o nadador, que é atleta da Associação Paralímpica de Campinas (APC). Hoje ele mora em São Caetano do Sul (SP), onde treina no Centro de Referência do Comitê Brasileiro Paralímpico.  

Felicidade

Pereira disse que ficou muito feliz de receber a convocação, mas já aguardava o convite, pois tinha índice para representar o Brasil. Segundo ele, hoje é detentor da terceira melhor marca no mundo e suas atenções estão voltadas para os 100 metros costas. “É minha segunda Paralimpíada. Em 2012, estive em Londres”.   

O tocantinense é uma das grandes estrelas da natação brasileira e mundial. Carrega um currículo centenário de medalhas e troféus. No ano passado, ele conquistou medalhas de prata e bronze no Mundial de Glasgow, na Escócia, e ganhou ouro e três bronzes no Parapan do Canadá.   

Brasil   

Pela primeira vez na história, o país terá representantes em todas as 22 modalidades que compõem o programa dos Jogos Paralímpicos. Ao todo, serão 181 homens e 97 mulheres com a tarefa de atingir a meta de ficar entre os cinco melhores no quadro geral de medalhas. O objetivo do Brasil foi estabelecido após a sétima posição nos Jogos de Londres-2012 (21 medalhas de ouro, 14 de prata e oito de bronze - 43 no total).     

Visita 

Em setembro do ano passado, Ítalo Gomes Pereira fez uma visita ao então secretário de Esporte, Lazer e Juventude (Seelj), Salim Milhomem, hoje superintendente de esportes da Seduc. Na oportunidade, o atleta da Seleção Brasileira de natação paralímpica fez questão de mostrar seus principais títulos e apresentar medalhas e troféus conquistados na carreira. Na época ele disse a Salim Milhomem que sempre foi um orgulho representar o Tocantins nas competições. 


































Nenhum comentário:

Postar um comentário