sexta-feira, 29 de julho de 2016

O que já se sabe sobre a cerimônia de abertura das Olimpíadas Rio 2016

http://universoef.com.br/



Sete anos depois de o Rio de Janeiro ter sido escolhido cidade-sede dos Jogos Olímpicos de 2016, aproxima-se um dos momentos mais aguardados de todas as edições: a cerimônia de abertura. Em meio a crises políticas e problemas financeiros enfrentados pelo governo do estado do Rio de Janeiro, cresce a curiosidade sobre como será a festa no Maracanã, marcada para o dia 5 de agosto. 
A abertura contará a história do povo brasileiro e terá mais de 6 mil artistas voluntários. Os principais detalhes ficam em segredo para manter a surpresa para o público de mais de 70 mil pessoas que deve assistir à cerimônia. Mas alguns detalhes já dão uma ideia de como deve ser a festa, confira:
Evento terá mais de 3 horas
A festa no Maracanã deve durar quase quatro horas. O evento está marcado para começar às 19h15 com um pré-show, mas a cerimônia começa oficialmente às 20h, com previsão de término  às 23h da sexta-feira, dia 5 de agosto.
Deborah Colker assina a coreografia
A coreógrafa Deborah Colker, uma das mais renomadas e premiadas da dança nacional, é quem assina a coreografia do espetáculo. Ex-jogadora de vôlei, a bailarina inicou-se na dança moderna nos anos 80 e hoje é intitulada "diretora de movimento".  Além de trabalhos no teatro e na TV, Débora já participou de desfiles de Escolas de Samba do Carnaval do Rio de Janeiro. No vídeo abaixo, divulgado pela organização do evento, ela conta como estão os ensaios para a festa. 
Show de aquecimento
Os portões do Maracanã serão abertos às 16h30 para entrada do público. A cerimônia em si começa às 20h, mas antes está marcado um show de aquecimento com atrações ainda não divulgadas. A organização já tornou conhecida a música tema do Rio 2016, cantada por Thiaguinho e Projota. Ela se chama "Alma e Coração".  
Direção artística
A cerimônia será dirigida por Fernando Meirelles, Andrucha Waddington, Daniela Thomas e Rosa Magalhães, com produção executiva de Abel Gomes. Meirelles é diretor dos filmes Cidade de Deus, O Jardineiro Fiel, Ensaio Sobre a Cegueira, entre outras obras premiadas. O diretor Andrucha Waddington tem no currículo os longas-metragens Eu Tu Eles, Outros (Doces) Bárbaros e Casa de Areia. Daniela Thomas dirigiu com Walter Salles o filme Terra Estrangeira e já assinou uma série de grandes produções bem-sucedidas. Rosa é cenógrafa que se destacou como carnavalesca de enredos campeões do Carnaval carioca, como os cinco títulos que a Imperatriz Leopoldinense conquistou na Marques de Sapucaí, entre 1992 e 2009.
Tema da abertura
A abertura contará a história do povo brasileiro, com destaque para como a população foi formada a partir da migração e da mistura de vários povos. Os diretores Fernando Meirelles, Andrucha Waddington, Daniela Thomas e Rosa Magalhães ouviram especialistas como o antropólogo Hermano Vianna. A promessa é que o roteiro seja uma "síntese da cultura popular brasileira".
Figurinos #TimeBrasil
Um dos pontos altos da cerimônia de abertura é o desfile das delegações de mais de 200 países participantes. O Brasil terá destaque por ser cidade-sede. O uniforme de gala do Time Brasil já foi divulgado: foram criados pela estilista Lenny Niemeyer e "ressaltarão a elegância tropical" com blazer azul marinho de sarja de algodão nacional, camisa social branca de tricoline e calça de sarja na cor areia , para os homens. As mulheres vestirão saia, blusa e echarpe com estampas em tons verde, amarelo e azul e chapéu de palha. Os sapatos serão também na cor areia em camurça.
Ingressos
Ainda há ingressos disponíveis para assistir a cerimônia de abertura. Os interessados deverão desembolsar entre R$ 200 e R$ 4.600, a depender do local escolhido.  Para tentar a sorte, é preciso acessar o site do Rio 2016 e escolher cerimônia de abertura.
Dilma não irá; Temer representa o país como interino 
Atualmente, temos dois presidentes da República no Brasil, uma afastada e outro interino. Em todas as cerimônias de abertura é de praxe que o presidente do país-sede participe da cerimônia como convidado. Dia desta situação, o comitê organizador convidou a presidenta afastada Dilma Rousseff, assim como os cinco ex-presidentes vivos, que ficarão lado a lado. Contudo, a presidenta disse que não irá à cerimônia em entrevista para a Rádio França. 
Michel Temer será colocado um piso acima, no terceiro andar da tribuna de honra do Maracanã, ao lado de outros chefes de Estado.

PORTAL EBC
Edição:Leyberson Pedrosa e Amanda Cieglinski
Foto: divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário