terça-feira, 9 de agosto de 2016

Você já ouviu falar na técnica Runk-Walk?

Por Christina Volpe | 08/08/2016 - Atualizada às 18:40


Prática consiste em balancear corrida e caminhada para melhor recuperação

A tática da run-walk-run é basicamente intercalar treinos e provas com trechos de corrida e pequenas caminhadas. Bem popular nos Estados Unidos e praticado na maioria por mulheres, esse tipo de treinamento costuma fazer com que as não corredoras alcancem distâncias maiores e com menos desgaste.

O treinador Jeff Galloway ex-atleta olímpico, aplica a técnica há mais de 30 anos. Ele conta que começou os trabalhos quando percebeu que cerca de metade dos corredores iniciantes, acabavam se machucando ou desistindo rapidamente. “Decidi inserir intervalos de caminhada nos treinos, o que reduziu a incidência de lesões e ainda diminuiu o tempo médio dos atletas em longas distâncias”. Segundo Galloway a caminhada ajuda a aliviar a pressão sobre pontos específicos das pernas, permitindo que o ritmo em média seja maior.
Para o treinador e presidente da Associação dos Treinadores de Corrida, Nelson Evencio o objetivo de um corredor deve ser correr direto, sem caminhar. “Salvo corridas de montanha, onde existem trechos praticamente impossíveis de correr. Isso deve ser feito para quem não tem condicionamento físico”.
Entre os corredores brasileiros, a caminhada durante provas é vista com desconfiança. “Para quem ainda não consegue correr direto, a caminhada é boa para aumento de volume da atividade. Mas se o indivíduo não corre, não deve se inscrever em uma prova longa”, explica Nelson. “Deve-se buscar o balanceamento entre o pouco condicionamento físico e a corrida”.
Já para Galloway essa alternância pode diminuir muito o impacto e permitir que o corredor vá mais longe, estressando menos o corpo e a mente. “Você fica mais concentrado porque apaga a fadiga com essa pausa, suas pernas ficarão mais fortes ao final”.
A maioria de nós, mesmo sem treino, pode caminhar quilômetros antes de se sentir fatigado Foto: underdogstudios/fotoliaA maioria de nós, mesmo sem treino, pode caminhar quilômetros antes de se sentir fatigado Foto: underdogstudios/fotolia
A maioria de nós, mesmo sem treino, pode caminhar quilômetros antes de se sentir fatigado. Simplesmente porque a caminhada é uma atividade que pode ser eficientemente por horas. A corrida já dá um pouco mais de trabalho, porque o corpo tem que absorver todo impacto e o condicionamento físico é mais necessário.
Dicas do criador do Run-Walk
- Beneficie-se de uma curta e lenta caminhada entre trechos de corrida.
- Se você exagerar no tempo da caminhada pode causar irritação na canela. Apenas relaxe e aproveite o momento de recuperação.
- Você não precisa eliminar as caminhadas, mas deve ter orientação para fazê-las
- Pode ajudar no controle da sua fadiga, mas também fique atento se você não está deixando de correr apenas para caminhar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário